Meu primeiro ambiente de trabalho foi sobre o Xenix, nem precisa dizer que me senti com um pinto no lixo, eram quatro terminais Digitus, mais uma CPU 386, o que permitia trabalharmos todos juntos sobre os mesmos diretórios e recursos, compartilhando a CPU na época isso era top de linha.

Finalmente fiquei sabendo que existia um tal de TCP/IP, isso era em 1992, internet era coisa de americano, engenheiros que mais pareciam inalcansáveis.

Como julgava o TCP/IP meio distânte, e vi nos manuais que poderia fazer tudo com um tal de CPCP ou CU (Copy to Unix) com porta seriais, tratei de montar três maquinas e instalar o Xenix, então liguei um ao outro pelas portas seriais, eram necessário duas portas RS232, assim montei meu primeiro sistema de e-mail.

Eu ainda não tinha acesso a placas de redes que fossem compátiveis com o tal TCP/IP, então me contive com minha rede via portais seriais.

Depois veio o Dataflex, uma linguagem fenomenal, eu preferia ela do que o Cobol. Mas o linux surgiu em no Brasil em 1996, parece muito tempo 5 anos mas naquela época 5 anos não era tão longos, e as coisas não se atualizavam tão rápido ainda, descobrir poderia rodar em forma compátivel códigos escritos em dataflex para SCO Xenix e SCO Unix no Linux, ai foi só por o módulo funcionando e começar a migrar.

Depois conto mais.

Fontes

  • [http://williambader.com/museum/dell/xenixhistory.html][http://williambader.com/museum/dell/xenixhistory.html]

Carlos Delfino

Escrito por:

Analista de Redes Windows e Linux, Analista de Desenvolvimento em diversas linguagens, incluindo para Microcontroladores, Consultor, mais de 20 anos de experiência no mercado de TICs

Google LinkedIn Digg Reddit StumbleUpon

Atualizado em