Eu não odeio matemática, mas esta publicação com esse título similar me veio a mente quando lia o artigo de mesmo título do professor Edigley em seu blog sobre matemática (Veja a seção Fontes Abaixo).

Eu concordo plemanete com o professor sobre o fato dato de precisarmos de uma nova abordagem, já vi professores tentarem justificar a matemática de forma a demonstrar que ela é importante em tudo na nossa vida, mas é uma demonstração tão superficial, que fica parencendo forçada, não importa a boa inteção, nessa hora é preciso ter uma boa estrategia, e uma justificativa real. Se não cria-se uma barreira maior.

Eu tive dois professores que fizeram eu gostar de matemática, eu estava no ensino básico, não me lembro a serie, mas me lembro dos momentos que eu estava nervoso esperando a prova, e todos vinham até mim para peruntar algo, tirar alguma dúvida, eu mentalizava todas as formulas e elas estava fixas ali a frente de meus olhos.

Além da empátia é preciso uma estratégia prática.

A Matemática deveria ser ensinada, assim como acontece com a Física (na maioria das vezes), ou seja, em um laboratório de experimentos, onde fosse possível mostrar como a Matemática é aplicada e útil em nossas vidas. Já imaginou uma aula sobre equação do 2º grau, construindo uma antena parabólica no laboratório? Seria uma aula atrativa, dinâmica e com retorno de aprendizagem garantido. Claro que isso não depende apenas do querer de um professor, mas de toda esfera educacional.

Por isso gostei dae algumas publicaçòes do Prof. Edigley, concordo com ele que a matemática deve ser ensinada de forma bem prática, usando conceitos do dia a dia como fazer um bolo, compor um suco ou fraciona-lo entre os presentes,construir uma pequena antena parabólica.

E eu vou mais além, e já tenho visto muitas escolas indo, ensinando seus jovens a programar computadores, vou mais além ainda, não apenas fazer gatinhos ou tartarugas andar na tela, mas dar inteligencia a insetos usando redes neurais simplificadas em formas de jogo.

Outro dia em um grupo que sou moderador, foi sugirido um software chamado BugBrain, o jogo pode ser encontrado no link biologic.com.au/bugbrain/. E um jogo bastante simples em suas primeiras lições já da para aprender o suficiente para começar a brincar com redes neurais e crianças.

Bem não vou me extender muito aqui, mas há grandes estratégias disponiveis por ai, é importante pesquisar e achar a que se identifica mais e evitar que a matemática seja odiada, já que não teremos um grande pais, sem no minimo bons matemáticos, seja em que nível e profissão for.

Fontes

  • http://www.prof-edigleyalexandre.com/2012/03/por-que-odeio-matematica.html

Carlos Delfino

Escrito por:

Analista de Redes Windows e Linux, Analista de Desenvolvimento em diversas linguagens, incluindo para Microcontroladores, Consultor, mais de 20 anos de experiência no mercado de TICs

Google LinkedIn Digg Reddit StumbleUpon

Atualizado em