Você gostou do post,
concorda com minhas ideias,
quer mais?
Curta o post no final da página, use o Disqus, compartilhe em sua rede social. Isso me ajuda e motiva, trazendo cada vez mais conhecimento, resumido e prático. Se quiser contribuir financeiramente, assim posso comprar mais placas e fazer outros tutoriais, use o PIX: consultoria@carlosdelfino.eti.br Obrigado.

Dentro do Kubernetes, há alguns termos para determinadas funções:

  • Minions: Nome dado para cada host do cluster;
  • Kubelet: Agente que roda nos hosts do cluster;
  • Pods: A menor unidade dentro de um cluster. Nada mais é do que containers rodando dentro de seu cluster de Kubernetes. Pode ser um container rodando nginx, php, apache etc…
  • Replication Controller: É o responsável por manter um número determinado de pods em execução. No RC é onde você diz quantos containers de nginx, php, apache você desejá que fiquem rodando; caso um caia, o RC cria outra instância automaticamente;
  • Services: É o responsável por atrelar uma faixa de IP para um determinado RC. Para que cada vez que o RC crie uma nova instância de pod, o mesmo inicie com um IP determinado pelo service.
  • Namespace: Com o namespace você pode dividir seu Cluster de Kubernetes em dois ambientes, Produção e Teste, podendo limitar os recursos computacionais para ambos.

Fontes

  • https://imasters.com.br/desenvolvimento/devops/usando-o-kubernetes-como-ferramenta-de-automatizacao-distribuicao-de-carga-monitoramento-e-orquestracao-entre-containers/

Como todos sabem uso estes artigos em meu site para anotar aquilo vou aprendendo, quando consolido um conhecimento de forma a se tornar útil, ofereço como consultoria e tutoria, assim contribuo para que outros possam crescer também.

Clique aqui para saber em detalhes "Porque cobro pelo meus serviços".


Carlos Delfino

Escrito por:

Desenvolvedor e consultor para projetos com Microcontroladores e Mobile

Google LinkedIn Digg Reddit StumbleUpon

Atualizado em