Como começar a escrever é um conjunto de anotações e dicas para mim mesmo, onde procuro sintetizar o que aprendi até hoje sobre como escrever artigos e textos de forma geral.

Eu não poderia finalizar 2017 sem antes escrever um último artigo para meu site, há muito não tenho escrito por falta de motivação e inspiração. Me desculpem aqueles que confiam no meu trabalho e visitam com frequência meu site em busca de mais conhecimento ou mesmo em busca de alguém para trocar ideias num mesmo patamar de conhecimento. Estou buscando me deciar mais em 2018 ao site com novas postagens.

Bem, vamos ao que interessa e que é proposto neste artigo, como Começar a Escrever, de longe sou um especialista no assunto, mas posso ajudar um pouco, já escrevi outros artigos em meu site sobre o tópico “escrita”.

Quem diria que eu que até 17 anos atrás nunca tinha escrito algo, mal-mal uma carta, e alguns e-mails pedindo alguma informação ou respondendo alguns clientes, e sempre com os que desejavam me ajudar algumas críticas sobre a minha gramática, ainda estou longe de domina-la, mas para quem me conhece a mais de 17 anos sabe o quanto era ruim. Eu não me envergonho disso, tenho orgulho pois consegui superar minhas limitações, eu estudei em boas escolas, mas por ter alguns deficits cognitivos como um pouco de dislexia e TDAH isso me atrapalhou muito na infância e adolescência, causando um trauma escolar que me fez me afastar e somente voltar a escola aos 28 anos, então minha base foi muito précaria devido a esta soma de acontecimentos.

Iniciando a Superação

Eu comecei a sumperar estas limitações lendo muito, conselho que todos já devem ter ouvido por ai, e não importa leiam de tudo um pouco, isso irá aumentar o vocabulário, e o mais interessante é que na hora de escrever ajuda a criarmos analógia quando precisamos levar nosso conhecimentos a outros de atuam nichos tecnológicos diferentes, mas cuidado, é preciso saber do que se está falando para fazer a analogia certa e não piorar a confusão.

Então comece a escrever

Um segundo passo é começar a escrever, escreva, pode começar escrevendo o que vier a cabeça, não importa, se preciso começe a abusar do vocabulário que tem absorvido, e se prepare para as críticas de seus amigos, caso alguém leia seus primeiros textos, eles vão estranhar, e haverão aqueles que irão debochar da sua riquesa na escrita, mas claro como tudo que é bom é preciso a dose certa, comece a buscar um ponto ideal no vocabulário para ter uma boa comunicação.

Os primeiros textos você pode escrever apenas para você, guarde-os por alguns dias ou semanas, e volte a eles para uma alto critica, se desejar os reescreva com sua nova percepção da escrita, já que, com a prática ela irá mudar e amadurecer, cuidado você pode se surpreender com o resultado, não se subestime, nunca se subestime.

Foco no que se escreve

Com a prática citada acima, comece a buscar focos de escrita, seja uma crítia sobre o filme que gostou ou de um livro, seja de um tema que deseja pesquisar e estudar na faculdade. Para os jovens não subestime um bom diário, e isso não é coisa de meninas, relatar seu dia a dia é uma excelente forma até de começar um livro.

Meu proposito aqui não é discutir e apresentar incentivo para escrita para Monografias ou Artigos Acadêmicos para defesa de Teses, mas já um começo esta prática.

Como eu disse anteriormente é importante ler de tudo um pouco, mas não adianta nesta etapa diversicar de mais, nem também ler tudo que sugir a sua frente através dos hipertextos, já que assim, sem dúvida, você irá se estafar e não conseguira assimilar mais conhecimento, tornando assim até nojo de ler, principalmene se não é algo que gosta muito. Eu já passei por isso, procure separar tempos de relaxamento e distração por outros meios, não tenha preconceito, até mesmo uma novela pode ser como um sorvete, só não deixe viciar.

Para deixar bem claro esta sugestão da novela, não é que eu apoie novelas de forma indiscriminada, mas que não concorda que assistir novela é como congelar o celebro? é uma forma que foi criado de fazer com que esqueçamos o mundo real, então nada melhor para esquecer tudo que está te estressando no seus estudos.

Mas claro o esporte é muito importante como alternativa, andar de Bike (se sua cidade for segura para isso, infelizmente aqui em Aquiraz e Eusébio, ainda não é muito, espero que 2018 isso melhore), uma acadêmia ou passear em uma praça, na praia ou parque de sua cidade.

Escolha sua Audiência

Voltando a questão da diversivicação de leitura, que contribuem para melhorar seu vocabulário e contribuem para aprender sobre outros nixos e assim lhe permitem fazer novas analogias apresentado com mais clareza o conteúdo que pretende apresentar, é importante identificar claramente a quem se deseja escrever.

Suponha que deseja escrevar para mecânicos, não adianta usar um linguajar relativo ao nixo relacionado a floricultores, pode até pegar mau. Então identifique claramente sua Audiência antes de escrever.

Também é importante identificar o nível educacional de sua audiência, se você esbanajar um vocabulário extremamente culto com uma audência mais simples e humilde pode até ser admirado, mas talvez não conseguirar transmitir sua mensagem, e pior ainda, pode vir a parecer arrogante e esnobe, tenha cuidado e respeito por quem irá ler seu texto.

Além do linguajar e nível educacional da audiência é fundamental observar os métodos usados para aprensetar a informação, alguns como por exemplo no campo financeiro gostam de gráficos que ajudam a visualizar rapidamente um senário apresentado, há campos como a fisica que se utilizam de gráficos e formulas matemáticas, no campo do desenvolvimento de software linguagens abstratas de modelagem como a UML. Como podem ver quando falamos de Lingujar, entramos num universo muito amplo e estrapolamos o idioma falado/escrito.

Se divirta e faça divertido

Não posso deixar esta dica muito importante, se para você escrever não é algo divertido que lhe traz uma realização, será dolorso faze-lo, eu as vezes sofro para começar a escrever, mas quando começo, acontece o que pode ver nesta publicação, um pequeno texto, mas que me deixou muito realizado e me fez ganhar o dia.

Vejo muitos colegas escrevendo para trabalhos acadêmicos, já ajudei alguns outros em suas teses de mestrado e doutorado como auxiliar na execução de suas provas de conceitos, e observava como alguns sofriam para escrever e desenvolver ideias, eles não tinha prazer no fazer, apenas queriam seu título, e isso é muito frustrante.

Portanto não importa para que está escrevendo, se divirta ao escrever, e torne divertido para quem lê.

Este é outro ponto importante, quem vai ler seu texto, deve se sentir a vontade, deve se sentir bem ao lê-lo, nada mais enfadonho e cansativo do que um texto que não nos traz satisfação lê-lo. E também devem se sentir livres para entrar em contato com você abir um canal de dialogo é importante.

Onde escrever

Ao escrever escolha um lugar que lhe faça sentir bem, não importa a tecnologia que pretende usar, é importante escolher um bom lugar.

Eu por exemplo gosto de escrever no notebook, com um teclado mais ergnomico acoplado a ele e perto da janela com flores e plantas a vista, e se possível com uma vista ampla, não importa o assunto que eu vá escrever, gosto de olhar no infinito ou nas plantas e imagina-lo a minha frente como se eu estive falando com você que lê agora este texto.

Sempre é preciso atentar para o conforto ao escrever, sua posição esforço no pescodo coluna, pernas e braços, iluminutação adequada a tecnologia escolhida, nada pior quando debruçamos sobre folhas de papel para escrevermos e nossa própria sombra dificulta a visão, sim você pode vir aa ter dificuldade de visão, principalmente hoje que dependemos tanto das telas dos computadores para vermos o mundo, e é bom tentarmos voltar um pouco ao papel se você já o abandonou a muito como eu o fiz, mas estou tentando voltar.

Assim escolha fontes de luzes que evitam sombra, até mesmo sobre o teclado e a tela, evite fontes de luz que venham diretamente aos seus olhos como a tela do computador diretamente para a porta de entrada ou uma lampoada sobre ela, procure colocar as luminárias ao lado, preferencialmene do lado que irá causar menos sombras.

Revisões

AS revisões do que foi escrito só deve ser feito após terminar sua escrita, evite ficar voltando ao inicio do texto para revisá-lo. Contenha-se caso ao lembrar de algo que precisa colocar no inicio do texto e faça uma anotação aparte a não ser que seja como eu alguma vezes, se não tirar uma ideia da cabeça não consegue seguir em frente, então busque formas de não perder o foco.

Faça quantas revisões achar necessário, mas lembre-se de pedir amigos, colegas de trabalhos para revisar o texto.

Mesmo depois de publicado, receba de bom grado as revisões que lhe forem apresentadas com correções, mesmo que o revisor voluntário lhe pareça arrogante e com o desejo apenas de lhe constranger, isso eestá falando mais dele do que seu erro, portando agradeça e corrija, informando que as correções estão feitas, e caso sendo encontrada mais alguma será com prazer que irá revisar mais uma vez. Eu faço isso muitas vezes, neste texto mesmo não tenho dúvida que há muito a se corrigir. Mas nem por isso deixarei de publica-lo.

Mas claro se for publicar em uma revista especializada, em um jornal ou seja em qualquer lugar, tenha respeito pelo seu público, procure revisar quandas vezes for preciso e suportar reptições.

Formatação

A formtação do que se deseja escrever deve ser feita ao final de sua escrita e revisão.

Muitas vezes o maior problema é conseguir condensar seu texto no espaço que tem, quando escreve para seu próprio site é fácil, muitas vezes não há limite, ou se pode dividir seu texto em quantas partes for preciso, mas para revistas e jornais haverá um espaço restrito, e não se assuste se eles cortarem seu texto por conta própria.

Desenhos e Imagens

Como ver neste texto eu não usei imagem alguma, mas há pessoas que não conseguem ter uma publicação, principalmente em seu próprio site sem ornar com imagens, graficos, desenhos, procure usar com caltela este recurso, já que em alguns sites ainda haverá as propagadas para tornar sua leitura estressante.

Cuidado também com as cores, há pessoas como eu que não suportam muitas cores ao ler, isso as desgata.

Bloqueio

Muitas vezes podemos passar por uma fase de bloqueio, se grandes escritores passam por issso, porque nos simples portais não podemos?

Seja por estafa como citado acima ou por qualquer outro motivo, busque um profissional para lhe ajudar, um psicologo.

Os principais motivos de bloqueio nestas patamar, onde se está iniciando na escrita, podem ser a perda do que nos inspir, críticas negativas excessivas e que deixamos fazer efeito na nossa disposição.

Podemos confundir com bloqueio um estágio depressivo ou até normal, porém que segue um estágio de euforia, ou seja você toma a decisão de começar a escrever e assim se dedica muito a isso, derrepente se desinteressa naturalmente ou se deprime, assim pensa ter um bloqueio na escrita. Procure um profissional, um psiquiatra ou psicologo, para te ajudar a analisar se não é este caso.

A Sindrome do Impostor

Eu deixei este tópico para o final, pois é um tópico muito interessante, eu conheci esta sindrome a mais ou menos 3 anos, num contexto que envolvia grandes especialistas em um site de tecnologia da informação.

A Sindrome do impostor é um termo que foi cunhado em 1978 pelas pssicolocas Pauline R. Clance e Suzanne A. Imes.. Aquele que sofre desta sindrome não acredita no mérito de suas conquistas, acreditando que o que obteve até então foi fruto da sorte ou o acaso, não considerando que o patamar que se econtra se deve ao esforço que desempenhou em atingi-lo.

Muitas vezes temos todo o conhecimento necessário para deesenvolvermos um grande trabalho, mas não acreditamos que isso seja possível por diversos motivos, a Sindrome do Imposto é algo que nos mesmos nos impomos quando não acreditamos em nosso potêncial.

Uma forma de você perceber se está sofrendo desta sindrome, é observar quantas oportunidades insistem estar lhe rondando, e como se envolve com colegas mais desenvolvidos no que atua, e como eles lhe incentivam a estar com eles e crescer, e mesmo assim você não deixa você mesmo dar o passo a frente, ou melhor subir estes degrais que lhe são firmes e planos para o sucesso.

Conclusão

Eu tenho outras publicações no meu site sobre este tema, procuro sempre escrever sobre o assunto para me motivar a continuar escrevendo, e para compartilhar com amigos e visitantes meus aprendizados e assim incentivar outros a vencer as limitações como eu, eu só vim a conseguir realizar este sonho após aos 35 anos.

Como podem ver, a escrita é simples, mas como todo exercicio é doloroso no inicio. Não desista, quando se sentir sobrecarregado guarde o papel e a caneta, o tablet ou computador e volte outro dia para tentar de novo, não estresse de mais para realizar este sonho, torne ele prazeroso, escrava para você e não para satisvazer os outros.

Fontes

Este artigo foi inspirado em centenas de artigos que já li, dezenas de livros que já lí, mas nenhum deles foi capaz de me trazer algo muito importante, A capacidade de vender meu próprio limite em escrever portando tudo depende de você.

Obriado a todos que se dispuseram a escrever algo sobre o assunto e compartilharam na internet ou em livros.


Carlos Delfino

Escrito por:

Desenvolvedor e consultor para projetos com Microcontroladores e Mobile

Google LinkedIn Digg Reddit StumbleUpon

Atualizado em